Ibitipoca: chegando na Janela do Céu e trilhando o Caminho das Águas

O Parque Estadual de Ibitipoca fica localizado nos municípios de Lima Duarte e Santa Rita, Minas Gerais. Passamos um final de semana de agosto/2015 lá com a intenção de fazer duas trilhas: Janela do Céu e Caminho das águas. Para fazer todas as trilhas que o local oferece, com certeza é necessário mais que o final de semana.

Como chegamos na madrugada de sexta para sábado e voltaríamos no domingo no final da tarde, optamos por começar no sábado com a Janela do Céu que tem um trajeto mil vezes maior que o Caminho das Águas, a trilha completa são 16 km, para que no domingo pudéssemos dar uma “descansada” para a volta.

A trilha para a Janela do Céu é linda e toda em céu aberto. Tem dois caminhos para fazer essa trilha, fomos por um e voltamos pelo outro, o que acabou sendo um erro, pois na volta que estávamos cansados era um caminho bem mais íngreme, então imagina. Aconselhamos a começar a trilha pelo Camping (que é próximo ao estacionamento) é a mesma entrada que o Caminho das águas, porém para a Janela do Céu basta ir à esquerda, pois voltando pelo outro caminho você terá bem menos ladeiras, considerando que na volta você já está um bagaço. Abaixo a foto do caminho que começamos:

20150829_125658232_iOS

É uma trilha que embora tenha pontos íngremes, não tem muitas complicações, pois a maior parte resume-se em caminhadas, porém, ela pode te vencer pelo cansaço. Os 16 km, fizemos em torno de 7 horas, mas fomos compensados por vistas lindas. Conforme você vai andando, você consegue fazer algumas paradas: Gruta da Cruz, Gruta dos Três Arcos, Gruta dos Fugitivos, Gruta dos Moreiras e Cachoeirinha / Mirante, além dos próprios caminhos que por si só são uma parada.

A chegada à Janela do Céu causa uma sensação incrível, além do dever cumprido, a cachoeira dá um banho de beleza que te faz entender o porquê você quase se matou para chegar nela (haha). Ela tem 100m de altura e você pode ir pertinho do precipício. Mas cuidado, pois escorrega bastante, tem que ser bem cauteloso. Além disso, você pode desfrutar de um banho em suas águas geladas após a trilha, ela é dividida em duas partes e nessa outra parte, que é mais escondida, você encontra uma cachoeira menor.

20150901_112616000_iOS

Em contrapartida, a trilha do Caminho das Águas é bem mais tranquila e não exige tanto esforço físico. Ela parte do lado do estacionamento, como expliquei acima, porém para o lado direito. Não se preocupe, pois lá tem placas sinalizadoras e guichê para dúvidas, inclusive você pode pegar um mapa da trilha.

A trilha também é recheada de paradinhas: Gruta do Coelho, Prainha, Caminho dos Mirantes, Cachoeira dos Macacos, Ponte de Pedra e Lago das Miragens.

PicMonkey Collage2

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Hospedagem: ficamos hospedados no Hotel Alpha Ville Chalés. Olha, o hotel não foi dos melhores, ele parecia ser muito melhor por foto do que ao vivo, sabe? E ainda no dia que fomos estava tendo algum tipo de competição com bike na cidade que o hotel estava lotado e as premiações aconteciam lá, na piscina. Mas a estrutura do hotel era boa, o almoço funcionava até às 18h e era incluso na diária, além do café da manhã e pedimos late check out free e o hotel foi super de boa em relação a isso, deixando a gente ficar até umas 16 horas.


Ida: Saímos do Rio de Janeiro e levamos cerca de 5/6 horas e fomos de carro, acredito que seja a única maneira de chegar até o Parque Nacional de Ibitipoca. É bastante chão e conforme você vai chegando em Ibitipoca, as estradas vão ficando apertadas e começam a se transformar em terra. Pegamos essa parte ainda de noite e com chuva e não aconselho, é bem complicadinho. O ideal é fazer o trajeto ainda de dia.


Trilhas: No Parque você encontra três opções de trilhas: Janela do Céu (16km), Caminho das águas (5km) e Pico do Pião (11km).


Visitação: A entrada no Parque é paga, na época – R$ 10 meia e R$ 20 inteira. E há limitação: nos dias úteis até 300 pessoas, nos finais de semana e feriados até 800 pessoas. Portanto, chegue cedo!


Dicas: Vá com roupas confortáveis, tênis, leve protetor solar, alimentos e bebidas, óculos de sol e um casaco, pois quando fomos o tempo oscilou demais, às vezes fazia bastante frio, e em outro momento esquentava, algumas pessoas levaram rádios para irem ouvindo música, não foi nosso caso, mas olha, bem que caia bem, a maior parte do trajeto fica apenas você e seus acompanhantes, e óbvio, não esqueça sua máquina fotográfica:)

Victor & Vanessa. 

INSTAGRAM | TWITTER 

Anúncios

8 comentários em “Ibitipoca: chegando na Janela do Céu e trilhando o Caminho das Águas

    1. Olá Fiama!! Muito obrigada pelo comentário e que bom que gostou!

      Sobre a trilha, você falou e eu fui pesquisar sobre, é verdade! Fecharam por falta de funcionários e segurança! Que peena! Mas acredito que não será algo de vez, com certeza você ainda vai conseguir fazer essa visitação!! 😀

      Volte sempre!! grande beijo!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Muito obrigada, vou acompanhar sempre!! Estou em busca de lugares, bem baratinhos, para viajar com o meu boy, caso tenha alguma dica, vou adorar, beijos

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s