Bate & Volta: Valparaíso e Viña del Mar

Para quem está em Santiago, uma ótima opção para incluir no roteiro são as duas cidades vizinhas, Valparaíso e Viña del Mar. O acesso é super tranquilo e ficam a poucos quilômetros de distância da capital chilena, em torno de 1h30 de viagem você chega ao local e pode-se ir de três maneiras distintas: ônibus, carro ou excursão.

[COMO CHEGAR] 

Quem optar por ônibus, pode escolher entre as linhas Pullman ou Turbus, ambas partem do Terminal Rodoviário Pajaritos. A compra da passagem de ida e volta sai mais barato e você pode voltar tanto de Valparaíso como de Viña del Mar. Há também opção de ônibus que sai do terminal Alameda para quem preferir. O intervalo de tempo para cada ônibus é cerca de 15 minutos.

Quem preferir ir de carro, basta pegar a rodovia 68 (ruta 68).  A estrada é boa, dupla e tem dois pedágios no caminho.

Nós acabamos decidindo ir por excursão, por dois motivos: não estávamos de carro e vimos que as ruas de Valparaíso são com diversas ladeiras e e entradinhas, achamos que poderíamos ficar perdido e poderia acabar atrasando nossa visita ao local. Foi assim que contamos mais uma vez com a First Premium Travel – mesma empresa em que fomos para a Cordilheira dos Andes; confira o post aqui – para fazer o passeio, custando também cerca de $26.000 pesos.

[VALE A PENA IR POR AGÊNCIA?] 

Olha, essa resposta varia muito de acordo com o perfil de cada um. Quem prefere conforto e comodidade, além de um guia explicando a história, com certeza vai preferir ir por agência, ou até quem está com um roteiro mais apertado mesmo. Porém, não sei se todas as agências para lá são desta forma, ficamos muito insatisfeitos com a pressa em que vimos tudo. Havia diversos pontos que gostaríamos ter parado, como o próprio Castelo Wuff, em que passamos direto. Isso nos incomodou, portanto, se tivermos a oportunidade de voltar, iríamos por conta própria para conseguir explorar com mais calma as cidades.

[QUANTO TEMPO FICAR?] 

Nós optamos por um bate e volta devido ao nosso roteiro e para gente foi suficiente, tirando o fato da agência ter pulado alguns lugares. Se tivéssemos ido por conta própria, com certeza teríamos aproveitado melhor o tempo e as cidades. Mas não descartamos pegar um diária e aproveitar da ótima estrutura hoteleira que Viña del Mar oferece. Quem tiver um tempinho sobrando, é super válido ficar uns 2 dias por lá. Mas, muito mais que isso não é necessário.

Viña del Mar

Chegamos primeiro em Viña del Mar e de cara adoramos o clima da cidade. Ela tem uma ótima estrutura para receber os turistas e é a queridinha dos chilenos nas férias de verão.

Nossa primeira parada na cidade não poderia ter sido diferente, fomos conhecer o Relógio de Flores, fundado em 1962 para receber as pessoas durante a Copa do Mundo e acabou se tornando um dos mais conhecidos e atrativos pontos turísticos. E realmente é uma arte, ver um relógio funcionando em meio a um jardim super colorido e bem cuidado.

De lá já seguimos caminho para a Costa do Pacífico. A cidade toda tem um enorme calçadão ótimo para caminhar avistando o mar. Fizemos uma parada em uma das partes do calçadão e em seguida conseguimos descer e ver o Pacífico mais de pertinho.

Reza a lenda que se você molhar os pés nas águas do Pacífico você retorna ao local, o frio do outono e a água super gelada nos fizeram molhar no máximo a mão, vai. rs.

vina-del-mar-15-1

A agência nos indica o restaurante Fellini para almoço, que acaba sendo uma parada meio que “obrigatória”, mas o restaurante é bem gostoso, você paga em torno de $13.000 pesos com direito a entrada, prato principal, sobremesa e duas bebidas – Foi lá que experimentamos o Pisco Sour, bebida que até hoje não se sabe se é do Chile ou Peru, na verdade, nós achamos o gosto igualzinho a nossa tradicional caipirinha, haha.

20150419_175736864_ios

O restaurante, fica também a poucos metros do Cassino de Viña del Mar, optamos por não entrar, pois não era de nosso interesse, mas tivemos um tempo para andar em seu entorno.

E por fim, antes de irmos à Valparaíso, fomos até o Museu Fonck, que infelizmente não estava aberto no horário que fomos e por isso acabamos ficando na sua parte externa que é bem bonita, com um Moai (escultura tradicional da Ilha de Páscoa) original em seu quintal.

Valparaíso

Nosso tour por Viña del Mar acabou sendo bem curto e logo seguimos para Valparaíso. Nós fomos com a agência, mas quem tiver por conta própria pode pegar o Merval, que é um metrô na superfície que liga uma cidade a outra.

valparaiso-1

Talvez Valparaíso não seja tão bela quanto Viña del Mar, mas com certeza tem seu encanto. A cidade é tipicamente portuária e conhecida por suas inúmeras casinhas coloridas em cima dos morros. Isso acontecia, pois as pessoas tinham medo de morar perto do mar, achando que as ondas poderiam inundar suas casas, então, quanto mais alto e longe, melhores e mais caras eram as casas.

Logo de cara nos levaram para o Porto da cidade, onde ficamos uns 20 minutos. Lá tinham diversas barraquinhas artesanais, ótimas para comprar lembrancinhas.

No caminho para nosso próximo destino, passamos pela Plaza Simón Bolívar que é bem perto da “La Sebastiana”, casa do Poeta chileno Pablo Neruda. Não paramos para visitação, mas é um dica de que estiver por lá. Nós acabamos optando pro visitá-la em Isla Negra – confira aqui. Existe diversos lugares onde é possível encontrar a Casa do Pablo Neruda.

Nossa última parada antes de voltar para Santiago, foi um lindo Mirante, confesso que não sei o nome dele, nem aonde fica. Mas é um lugar lindo demais! Ficamos lá por uns 30 minutos antes de pegarmos a estrada de volta 🙂

Até a próxima,

Victor & Vanessa. 

Leia também:
O que fazer em Santiago do Chile?
Puerto Varas: feito um cartão postal
Perrengues de viagens: CHILE

Anúncios

2 comentários em “Bate & Volta: Valparaíso e Viña del Mar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s