Gramado & Canela: Roteiro de 3 dias

Voltamos do sul encantados com qualidade de vida que essas cidadezinhas tem para oferecer. Nos sentimos em uma “Europa Brasileira”; ruas lindas, calmas, bem cuidadas, segurança mil e uma qualidade no atendimento de causar inveja! Superou nossas expectativas passar esses 3 dias de carnaval para conhecê-las. Voltamos renovados!

As cidades são uma ótima opção para quem prefere fugir da agitação carnavalesca e gosta de conhecer um lugar novo. Para ajudar vocês, vamos detalhar nosso roteiro por lá, contando as principais atrações que conhecemos e o que mais curtimos. Vamos lá?

INDO DE ÔNIBUS ATÉ GRAMADO

Antes de começar o roteiro, muita gente acaba ficando meio perdido de como chegar por lá sem carro e já adiantamos que é muito simples. Pegamos nosso voo no próprio sábado saindo do Rio de Janeiro com destino à Porto Alegre. De lá para Gramado é possível pegar um ônibus da CIA Citral que deixa você na cidade. O ingresso é possível comprar pelo próprio site: www.citral.tur.br ou então assim que chegar no aeroporto, no posto da VEPPO, que fica no segundo piso do Terminal 1 em frente à sala da Polícia Federal. Achar é bastante simples, pois assim que desembarcamos tinha um senhor com uniforme da empresa que nos levou até a VEPPO, de uma forma muito solícita.

O trajeto de ônibus leva em torno de 2 horas e 15 minutos e é muito tranquilo, as estradas são bem boas e sai a um custo muito menor do que pegar um tranfer ou um táxi: pagamos R$ 42,50 cada trecho. Na volta deixamos para comprar nossa passagem na própria rodoviária antes de irmos e foi bem tranquilo também, encontramos ingresso com facilidade.

DIA 01 – CHEGADA + CONHECENDO O CENTRO DE GRAMADO

Chegamos na cidade por volta de 15 horas e fomos direto fazer o check in no hotel. Ficamos hospedados no Hotel Sky e com certeza recomendamos demais. Além de um serviço incrível, o hotel é super aconchegante, com uma estrutura muito boa, sem falar do café da manhã, que nossa, era comida que não acabava mais, bastante variedade e quantidade. O hotel também tem dois restaurantes: um de Fondue e outro de Sopas. Fomos no primeiro apenas e é ótimo!  A localização também não é ruim, a 500m temos o Mini Mundo, o Lago Negro a 1km e para se chegar ao Centro leva em torno de 15 minutos andando.

Check in feito, fomos direto conhecer o Centro de Gramado, que é bem pequeninho, mas completamente acolhedor, aproveitamos para almoçar no Divino Bar e tirar algumas fotos pela Igreja de São Pedro e a Fonte do Amor Eterno.

img_4252img_4268

Outra atração bem movimentada é a Rua Coberta que conta com diversas opções de restaurantes e algumas lojas, aliás, você verá muitas lojas de chocolates, vinhos e cervejas artesanais. Você conhece o centro todo em 1 hora e meia no máximo, mas ainda sim, é um lugar totalmente encantador. Sua principal referência é a Rua Borges de Medeiros que corta toda parte central da cidade.

20170225_193657484_ios

A noite voltamos para o hotel, mortos de todo trajeto de voo, ônibus, andanças e resolvemos jantar na Sequência de Fondue que o hotel oferece e foi uma ótima escolha!

DIA 02 – CANELA +  ATRAÇÕES DE GRAMADO PELO BUSTOUR

No segundo dia resolvemos explorar bem a cidade e compramos o ingresso de um dia no Bustour. Essa é a melhor opção para quem está sem carro, o ônibus para por todas as atrações de Gramado e Canela. Você pode comprar ingresso de até 3 dias para explorar a cidade com calma e para quem vai com a família tem um pacote com preços melhores. Fora que o ônibus oferece desconto em diversas atrações e restaurantes da cidade.

A escolha do ônibus é uma boa pedida para quem está sem carro, pois chegamos nos destinos que queremos de uma maneira livre, podemos descer e ficar o quanto quiser e depois subir nele novamente. Assim que pagamos, recebemos um mapa com o roteiro de todos os lugares que ele para e os horários, então é muito tranquilo de você se organizar. Vale ressaltar que o ônibus não é 100% pontual, ele pode sofrer variações dos horários, mas são questões de minutos de diferenças, nada que faça você mofar esperando, haha.

Saímos de Gramado e pegamos o ônibus no ponto do Bairro Bavária, que era o mais próximo de nosso hotel, em direção a Canela. Como compramos apenas um dia de passeio, escolhemos os que mais gostaríamos de conhecer e acabamos não vendo todos do roteiro.

Nossa primeira parada desta rota foi no Reino do Chocolate Caracol, que é a fábrica do chocolate mais conhecido da cidade (Caracol). A entrada é gratuita e assim que entramos, recebemos uma provinha do chocolate de leite deles e seguimos para uma parte onde é feita os chocolates, nesta mesma parte podemos montar nosso próprio chocolate por um custo de R$ 20 e com duração de 30 minutos. Nós optamos por não fazer, assim, seguindo caminho, embarcamos por um cenário que nos é contatado a história do chocolate através de luzes, sons, personagens. É bem interessante.

20170226_121205539_ios 20170226_122744294_ios

Na saída terminamos na loja para comprar os chocolates. Adiantamos que é bem carinho, mas são deliciosos e super tradicionais na região, então não tem como não experimentar, rs. São diversas opções, sabores, embalagens que inclusive serve como um ótimo presente!

20170226_123225802_ios 20170226_123232637_ios 20170226_123242730_ios

Como nosso tour pela fábrica terminou cedo e nosso ônibus ainda ia demorar para passar, decidimos andar até o Mundo a Vapor, na verdade nem queríamos entrar nele, fomos mais para tirar a foto clássica com trem do lado de fora, haha. A caminhada dura no máximo uns 15 minutos, é um chãzinho, mas que da pra fazer tranquilamente, foi bom termos feito isso, pois acabamos ganhando tempo. Ao redor do Museu, tem algumas lojinhas com suvenir e restaurantes.

De lá seguimos caminho direto para chegar em Canela e nossa primeira parada por lá foi na Catedral de Canela, cartão postal da cidade. O centro de Canela não tem muita coisa para fazer, é uma cidade pequena e bonitinha, mas as pessoas acabam indo mais para tirar foto na Catedral, ou comer em alguma de suas opções de restaurantes e de lá acabam seguindo diretamente para o Parque do Caracol, que foi o que nós fizemos.

img_4283 img_4284 img_4295img_4289

O Parque do Caracol é onde conseguimos ver a Cascata do Caracol pela lateral, lá tem dois pontos que as pessoas visitam: o mirante e a escadaria, onde podemos descer e ver a base da Cascata, mas infelizmente no dia que fomos ela estava fechada para manutenção e ficamos apenas pelo mirante. No parque tem algumas lojinhas de artesanato, vinhos e cervejas também. A nossa visita foi bem curtinha, logo saímos do Parque e fomos para nossa próxima parada: Bondinhos Aéreos.

Nos Bondinhos Aéreos também conseguimos ter uma visão das Cataratas, porém de uma forma frontal, além do atrativo de andar de teleférico. Chegamos lá e estava uma fila grandinha com duração de 30 minutos, mas que andou rápido. Pegamos o Bondinho pela primeira vez lá embaixo e vamos até a segunda parada, onde tem uma varanda para tirar foto, como já tínhamos tirado diversas fotos no Parque do Caracol, acabamos não tirando muitas por lá e fomos direto pegar novamente a fila dos bondinhos, mas dessa vez, para a segunda parada.

20170226_162642405_ios20170226_163928494_ios Nesta segunda parada, vamos até lá embaixo e chegamos mais “perto” da Cascata do Caracol e assim que se chega, nos damos de cara com um fotógrafo da aérea. Eles separam um espaço justamente para que as pessoas possam tirar essas fotos pagas. Todos podem tirar sem compromisso, depois ver o resultado e escolher se quer ou não levar, fizemos isso e adoramos! Nós loucos por fotos, claro que resolvemos comprar, haha. Confiram abaixo algumas das fotinhos!

Sem títuloSem título dsc_6748dsc_6761

E essa foi nossa última parada neste dia, de lá pegamos novamente o Bustour e fomos para o Centro de Gramado almoçar (imagina a fome que estávamos, rs!).

DIA 03 – LAGO NEGRO + MINI MUNDO + LAGO JOAQUINA RITA BIER

Em nosso último dia lá antes de partir para Porto Alegre, reservamos para conhecer o Lago Negro, Mini Mundo e o Lago Joaquina Rita Bier. Nesse dia resolvemos aproveitar para fazer uma boa caminhada até esses destinos.

Caminhar por Gramado é muito tranquilo, as ruas quase não tem gente, carros e é seguro. Do nosso hotel até o Lago Negro foi em torno de 25 minutos a pé, é um certo chão com algumas subidas, mas valeu a pena o passeio, pudemos passar por diversas casinhas fofas e conhecer melhor aquele pedacinho da cidade.

20170227_124532958_ios

Essa calma e tranquilidade logo muda ao chegarmos no Lago, o local já pela manhã estava repleto de turistas como nós e nativos da região, que tiram o dia para ser exercitar ao redor do lado, tinha muitas pessoas fazendo picnic, muitas crianças correndo, pessoas andando de pedalinho. É realmente um lugar muito lindo, bem estruturado. Lá é possível encontrar um restaurante para quem quiser almoçar por lá, além de lojinhas que vende comidas para beliscar, coisas para beber, etc.

img_4328DCIM104GOPROimg_433020170227_211935000_ios

Perto do Lago, encontramos um letreiro gigante daqueles de Gramado e fomos lá tirar foto. Chegando lá, encontramos profissionais que ficam lá para justamente tirar as fotos para você, gratuitamente, apenas quando fizer a postagem eles pedem para gente colocar a #EuAmoGramado, legal né?

20170227_211952000_ios

Saindo do letreiro, eles ainda nos dão fitinhas de Gramado para colocarmos na parede toda colorida de fitinhas que tem por lá, ou para quem quiser, pode levar de recordação também!

Sem título20170227_212013000_ios

De lá, pegamos um táxi e fomos direto conhecer o Mini Mundo. A história do Parque nasceu como um presente de um pai e um avô para suas crianças. Começaram construindo uma casinha de bonecas e um conjunto de castelos, com trenzinhos em frente ao hotel da família. Com o crescimento das crianças, eles pensaram em dividir com os hóspedes e criaram uma cidade em miniatura ao ar livre. Aos poucos, as pequenas peças começaram a criar o Mundo de fantasia, com pequenos habitantes e muita história. Hoje, é uma das atrações mais conhecidas de Gramado e não poderíamos deixar de ver.  O tour é rápido, não demoramos muito tempo por lá e é um lugar bem legal para as crianças.

DCIM104GOPROimg_4343DCIM104GOPROimg_4342

Como nosso hotel era próximo do Mini Mundo, resolvemos almoçar por ali e voltar para descansar um pouco das nossas andanças durante o dia.

À noite, antes de voltarmos ao centro de Gramado para jantar, fomos visitar o Lago Joaquina Rita Bier, que também era pertinho do nosso hotel e lá que recebe o maravilhoso show de luzes do Natal Luz, fora grandes apresentações de óperas ao ar livre. Infelizmente, quando passamos por lá não tinha nenhum atrativo e nem os chafarizes estavam ligados, mas ainda sim, valeu a caminhada por volta dele.

img_4384img_4383

De lá fomos a pé até o Centro, desbravando mais um pouco dos cantinhos dessa cidade tão linda e completando nosso roteiro de 3 dias por lá. Foi um tempo ótimo, deu para conhecer bem as principais atrações de lá, o Victor gostaria apenas de der ido nas Cervejarias mais afastadas e no Museu de Carros, quem sabe numa próxima? De qualquer modo, Gramado e Canela em 3 a 4 dias é o ideal. São cidades pequenas, mas ótimas para relaxar e descansar da agitação da cidade grande, sabe?

Dizem que o inverno por lá é incrível, aliás por toda cidade, o que mais se vê são restaurantes de Fondue e pelegos nas cadeiras, haha. Durante o dia no verão é bem quente, mas de noite a temperatura costuma cair bem, portanto, leve sempre uma roupa mais quentinha para esses momentos.

Nossa história no sul não termina por aqui, ainda vamos trazer para vocês o restaurantes que passamos para dar dicas gastronômicas e contar também o que fizemos em 1 dia em Porto Alegre!


Bustour (1 dia): R$ 59,00
Parque do Caracol: R$ 18 inteira e R$ 9 meia.
Bondinhos Aéreos: R$ 28 inteira (com desconto do Bustour) / R$ 42 (sem desconto) / Crianças e Idosos R$ 21
Foto nos Bondinhos: R$ 80 com 22 fotos


Até a próxima,

Vanessa & Victor

Anúncios

17 comentários em “Gramado & Canela: Roteiro de 3 dias

  1. Adorei o post! Tinha certeza que vocês iriam adorar a viagem! 🙂
    Estive em Gramado pela última vez em janeiro do ano passado e não gostei do Bustour. Atrasava bastante e em algumas vezes estava muito cheio. Acho que devia ser pela alta temporada, bom que vocês não tiveram estes problemas.

    Curtir

    1. Oi Juliana!! Nós amamos, realmente, Gramado é um sonho, tão perfeitinha né? haha. Tivemos alguns atrasos com o Bustour sim, mas não a ponto de nos incomodar realmente. Acho que faz parte, na época que fomos também a cidade estava bem cheia ai não tem muito como fugir! Obrigada pela visita!! =) Beijão!

      Curtir

    1. Oi Helô! Você vai amar, Gramado. É uma cidadezinha apaixonante. Que bom que gostou, espero que tenha ajudado um pouco no seu roteiro 🙂 depois me conta sobre o festival! Beijão =**

      Curtir

  2. Olá! Amei a forma como descreveram! Explicaram tudo muito bem!
    Irei passar 3 dias no próximo feriado (Corpus Christi) em junho.
    Não quiseram ir no Snowland? Estou querendo muito conhecer!
    Estou muito ansiosa já!! kkk
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Fran!! Ah que bom saber que gostou, espero te ajudado você 😀
      Então, optamos por não ir, eu (Vanessa) já tinha feito snow antes e em breve estaremos nos mudando de país, então vamos conseguir fazer lá fora. Como o valor é alto, acabava não compensando pra gente. Mas, é uma opção bem legal pra quem nunca esquiou ou mesmo pra quem adora! Espero que você se divirta e conte pra gente como foi a experiência!
      Grande beijo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s