Quanto custa um intercâmbio para a Austrália?

Antes de planejarmos qualquer intercâmbio, precisamos ter uma noção de quanto vamos gastar para iniciar qualquer planejamento. Pensando nisso e para ajudar vocês a ter essa ideia de forma mais real, trouxemos nossos gastos referente a nossa experiência.

Sim, a Austrália é um país caro e o intercâmbio não é a opção mais barata. Mas antes de falarmos dos custos, colocaremos abaixo alguns tópicos que nos fizeram escolher a Austrália, mesmo sabendo que seria mais caro:

  1. Nós queríamos fazer um intercâmbio em que pudéssemos fazer curso de idioma inicialmente e que pudéssemos trabalhar simultaneamente de forma legal. Nesta situação nossas únicas opções seriam: Austrália ou Irlanda.
  2. Países como Estados Unidos e Canadá não permitem mais esse tipo de work experience. Nos EUA, até é possível para estudantes de faculdades e apenas por uns 3 a 4 meses (o que não era nosso caso). Portanto, lá para se trabalhar legalmente somente através de alguns cursos, faculdade, pós, etc. Que por sua fez precisam do TOEFL ou IELTS, certificados de proficiência em inglês.
  3. Dentro dessas opções, sabemos que o custo da Irlanda é infinitamente mais barato, porém para achar emprego lá é muito mais complicado que na Austrália, na qual, é um país considerado por seus melhores salários, inclusive. Portanto, resolvemos arriscar em um país que ao que parece seria mais “fácil” de conseguir o trabalho.
  4. O clima da Irlanda também era muito puxado no inverno e não queríamos isso, a Austrália acabava sendo uma opção mais próxima do que estamos acostumados, afinal, ficaremos 1 ano e meio por lá e não seria legal viver essa maior parte do tempo congelando, rs.
  5. Viagens. Claro que na Irlanda conheceríamos muito a Europa, mas na Austrália conseguiríamos conhecer o lado asiático e oceânico, coisa que saindo daqui é muito mais difícil, por ser mais caro, do que ir para Europa.

Outra questão: optamos por fechar o intercâmbio inicialmente por 5 meses, sendo 4 meses de curso de idioma e 1 mês de férias. Pensamos nisso, pois como já temos uma boa noção de inglês não queríamos passar a maior parte do tempo lá apenas nesse curso, gostaríamos de a cada renovação buscar um curso diferente que seja interessante para nossa formação ou mesmo que nos acrescente como pessoa. Temos algumas ideias, mas só vamos definir quando chegarmos lá mesmo.

E por fim, esse são os custos considerando nossa ida inicial para a cidade Brisbane. Com certeza para Sydney ou qualquer outra cidade, os valores seriam diferentes, podendo ser mais caros ou mais baratos.

Portanto, dito isso vamos as informações de valores:

Renovação do Passaporte

passaporte

Valores fechados com a Agência  – Hello Austrália

Curso, Visto e  Seguro Obrigatório

hello aus

Passagem Aérea

pasagem

Hospedagem

na Austrália e em Santiago (escala do aéreo). Valores divididos por nós dois.

hospedagem

Em termo de hospedagens tínhamos as seguintes opções:

  • Casa de Família (Home Stay): que como vamos em casal e queremos nossa privacidade não era uma opção para gente. Na casa de família, apesar de ser até mais em conta, você fica muito restrito às regras da família e ainda corríamos o risco de não nos darmos bem com eles. Mas muitas pessoas, especialmente que vão sozinhas, optam por essa opção e gostam bastante.
  • Dormitório: É super normal algumas escolas oferecerem dormitórios estudantis. Chegamos a ver essa opção, porém a escola que escolhemos não tinha e as que ofereciam tinham um custo muito alto, as que vimos cobravam para cada um, o valor total que pagamos no Airbnb, pra vocês terem noção.
  • Airbnb: e por fim, a opção que escolhemos. Muitas pessoas que vão pra lá acabam optando pelo custo x benefício. Embora eu tenha achado bem caro o valor que pagamos, foi bem mais em conta que os demais e até mesmo hotel, levando em consideração que vamos ficar em um estúdio privativo, todo equipado e num bairro bem legal, durante 1 mês.

E por fim, optamos por levar dólares da seguinte forma:

  • Como já temos uma conta bancária aberta na Austrália, fizemos uma comparação em quanto gastaríamos comprando dólares em agências daqui e transferindo dinheiro para pelo TransferWise, que foi o site mais indicado, depois de várias pesquisas, para quem precisa transferir dinheiro para o exterior, e realmente, a transferência acabava tendo um custo menor feita essa comparação.
  • Desta forma, optamos por comprar DG Cambio (já falei dela por aqui) apenas AUS 650 cada um para chegar com dinheiro em espécie e transferimos AUS 1000 cada um para nossas contas da Austrália e assim que chegamos lá, já teremos esse dinheiro.
  • Como já temos 1 mês de moradia paga, nossas despesas iniciais serão menores e nosso objetivo é correr atrás de emprego logo, portanto, vamos tentar nos virar com esse dinheiro e conseguindo emprego logo não vamos precisar ficar convertendo tanto dinheiro. Mas, caso precise, também é só fazermos novamente a transferência. Achamos que dessa forma economizaríamos um pouco e pra gente foi uma boa opção.

Espero que as informações ajudem vocês a terem uma boa noção dos gastos, lembrando que são gastos iniciais. E além de tudo isso, é importante frisar que para aprovação do visto, você precisa comprovar renda, sendo um total AUS 1500 por mês que você vá ficar no país, ou seja, além de tudo que você paga, é preciso mostrar que tem esse valor total na sua conta, em caso de emergência.

Qualquer dúvida, fale com a gente, que será um prazer ajudar vocês! 😀

sem-tc3adtulo1

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s